quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Um conto de Gibran



Eu estava andando nos jardins de um asilo de loucos, quando encontrei um jovem rapaz, lendo um livro de filosofia.
Por seu jeito, e pela saúde que mostrava, não combinava muito com os outros internos.
Sentei-me ao seu lado, e perguntei: “O que você está fazendo aqui?”
Ele me olhou surpreso. Mas, vendo que eu não era um dos médicos, respondeu: “É muito simples. Meu pai, um brilhante advogado, queria que eu fosse como ele. Meu tio, que tinha um grande entreposto comercial, gostaria que eu seguisse seu exemplo. Minha mãe desejava que eu fosse a imagem de seu adorado pai. Minha irmã sempre me citava o seu marido como exemplo de um homem bem-sucedido. Meu irmão procurava treinar-me para ser um excelente atleta como ele”.
“E o mesmo acontecia com meus professores na escola, o mestre de piano, o tutor de inglês. Todos estavam convencidos e determinados que eram o melhor exemplo a seguir. Ninguém me olhava como se deve olhar um homem. Mas como se olha no espelho”.
“Desta maneira, eu resolvi internar-me neste asilo. Pelo menos aqui eu posso ser eu mesmo”.

Gostei muito desta refleção de Paulo Coelho, porque cada vez mais esquecemos de sermos nos próprios , e é muito importante sermos nos próprios.

Assim mostramos a nossa presonalidade , mostramos quem somos nós memso os gostos a maneira de ser e tudo q somos .

Por isso se tu mesma (o).

Beijos e um abraço das asas de um anjo

6 comentários:

angeleyes- li disse...

penso que nem sempre esquecemos de sermos nós proprios mas sim deixamos de o ser perante o que nos rodeia, ou porque somos obrigados a isso ou entao porque precisamos de o fazer... para nao sermos considerados loucos....
bjos

Antonio saramago disse...

Já vieste matar saudades!!!
Esse jardim não é o do Julio de Matos pois não??

Pezzini22 disse...

adorei seu blog, seus poemas, é bem o estilo do meu..sou do Rio de Janeiro, e procuro amigos..q gostem de escrever...comentar..Posso ser sua amiga aqui?...Vou seguir seu blog, e se puder..por favor, faça o mesmo, bjos e tenha uma boa tarde..^^

Pezzini22 disse...

adorei seu blog, seus poemas, é bem o estilo do meu..sou do Rio de Janeiro, e procuro amigos..q gostem de escrever...comentar..Posso ser sua amiga aqui?...Vou seguir seu blog, e se puder..por favor, faça o mesmo, bjos e tenha uma boa tarde..^^

Auréola Branca disse...

Curioso como isso é verdade! As pessoas sempre olham como se fossem elas a estar aqui dentro. Conselhos, modos copiados de agir. Talvez isso seja apenas uma desculpa (dos outros), para dizer a nós que somos incrivelmente e pertubadoramente melhores que eles.

Pezzini22 disse...

sinto-me incrivelmente a vontade aqui, bjos e boa semana pra ti *-*